Categoria: Família Doroteia

C@mpus_Netti

O CAMPUS 2020 VEM ATÉ TI! [23 A 26 JULHO]

A equipa dos Campusfrassi.net tem acompanhado com atenção todas as orientações e recomendações da DGS, bem como a evolução da situação pandêmica nacional. Assim, e tendo em conta todas as incertezas desta situação, constatámos que, neste Verão, não existem condições para assegurar a realização dos Campusfrassi.net nos moldes que todos conhecemos. No entanto, sentimos que esta missão pode acontecer de outras formas criativas, mantendo o contacto com todos os que, ano após ano, sonham com a semana dos Campus.

Assim sonhamos um Campus em que a Família é a principal protagonista… os Campus chegam agora às vossas casas! O desafio é o de todos nos disponibilizarmos para viver um fim-de-semana diferente, participando em atividades pensadas especialmente para cada família. Deste modo iniciaremos no dia 23 de julho, ao fim do dia, com um momento de “lançamento” por videoconferência na plataforma Zoom. Aí todos nos encontraremos para iniciar este Campus, onde o desafio implicará passar da distância à proximidade … do meu ao nosso … da ação à compaixão!

A partir daí, nos dias 24, 25 e 26 de julho haverá propostas para cada dia, e que implicam alguns momentos Zoom para lançar e contar as aventuras do dia, participar em momentos de grande grupo e viver momentos de oração. Os dias serão vividos a realizar as surpresas pensadas pelos nossos Animadores, que já andam a preparar toda a logística. 

Cada participante deve inscrever-se nos mesmo grupos do ano passado, e as inscrições serão nos dias 16 e 17 para os Vigias; 18 e 19 para os Freixos e 22 e 23 de junho para os Faróis.

Leiam aqui os Termos e Condições de Participação, que tem características próprias à modalidade que propomos .

Até breve!

SER FAMÍLIA

Colégio de Santa Doroteia: Doro_Pray
Colégio Nossa Senhora da Paz: Mega…da Paz
Externato do Parque: Hoje é um bom dia para…

CALAMIDADE DO COVID19: TEMPO PARA ORAÇÃO

Desejamos que estejam bem, a fazer o bem possível…

Com as últimas notícias somos chamados a viver mais em Família, colocando ao serviço uns dos outros a nossa criatividade… criando um ambiente de serenidade e de esperança.

Neste contexto, o mundo precisa de nós como “sentinelas” de Esperança, de Fé e de Caridade.

Todos necessitam de nós como “homens/mulheres” que apontam Deus, como o grande suporte, o sustento e fortaleza para estes tempos tão difíceis e duros…

Assim, convidamos cada um a encontrar um tempo diário de oração, pessoal e/ou em Família em que tenham por intenção entregar ao Senhor a situação que vivemos de calamidade pública, provocada pelo Covid19.

Deus que é Pai bom, escutará a nossa oração de intercessão, por todas as pessoas do mundo que sofrem estas situações.

11 DE MARÇO 1984: CANONIZAÇÃO DE PAULA FRASSINETTI

Há 36 anos atrás o mundo pôde ver uma grande fotografia do rosto de Santa Paula em frente à Basílica de S. Pedro. Os sinos repicaram festivamente para anunciar: Paula é Santa! E era Ano Santo, Ano da Redenção e tempo do Jubileu extraordinário.

Ficam aqui algumas características de Paula, realçadas por S. João Paulo II na homilia da canonização:

“Paula Frassinetti é, de facto, um esplêndido fruto da Redenção, sempre atuante na Igreja.

Para distinguir se uma obra é cristã, é preciso ver se há a marca da Cruz redentora. De facto, [Paula] estava convicta de que quem quer iniciar um caminho de perfeição não pode renunciar à cruz, à humilhação e ao sofrimento, que tornam o cristão semelhante ao modelo que é o Crucificado. A cruz não só não a atemorizava, mas era para ela a força poderosa que a movia, a fonte secreta da qual brotava a sua incansável atividade e a sua indómita coragem. Ela bendizia o ano que se abria com alguma cruz… A força interior, que a levava a viver de modo tão integral a “loucura” da cruz, deve ser procurada na terna devoção ao Coração de Jesus Cristo.

Sensibilidade autenticamente apostólica… cruzamento de amor e de sofrimento. Identificação com Cristo… tinha que se manifestar numa intensa atividade de apostolado, com especial interesse pela formação cristã da infância e da juventude abandonada. [As Irmãs Doroteias] hoje regozijam-se ao ver a sua Fundadora inscrita no Álbum dos Santos e são ainda mais orgulhosas de seguir os seus passos luminosos, e o seu ensinamento sempre atual.”

E hoje, as “tendas” alargaram os seus limites para acolher a grande Família Doroteia, enxertada no carisma de Sta Paula.

Demos graças por estes 36 anos de história, por toda a vida que fez história e pelas vidas que querem dar continuidade a esta história engrossando o número daqueles e daquelas que, identificados com o Carisma de Paula, continuam a querer transformar o mundo na grande Família de Deus.

3 DE MARÇO DE 1809: NASCIMENTO DE PAULA FRASSINETTI

Freixo – Frassino – Frassinetti

Freixo é a palavra portuguesa para “frassino” (italiano) – “frassinetti” = pequeno freixo, nome de família de Paula Frassinetti, nascida a 3 de março de 1809. Pequenina e frágil como qualquer criança, veio a tornar-se a fundadora desta grande família que é a Congregação das Irmãs Doroteias.

Freixo ou Frassino é uma árvore robusta e frondosa, típica de Itália que pode atingir até 25 m de altura. A madeira do freixo é resistente e flexível e por isso fácil de trabalhar, podendo ser utilizada em várias aplicações.

  • Associamos a Santa Paula o símbolo do Freixo porque foi uma mulher forte e resistente perante as dificuldades que teve de enfrentar no seu tempo.
  • Associamos o Freixo também à fecundidade da Congregação das Irmãs de Santa Doroteia espalhada e plantada em tantos países do Mundo! Um Freixo Cristocêntrico nas suas raízes e que quer continuar a espalhar-se porque recebeu o mandato de Cristo:

Ide, pois, fazei discípulos de todos os povos […] ensinando-os a cumprir tudo quanto vos tenho mandado. (Mt 28,19-20)

Cabe-nos a nós continuar a fazer crescer este Freixo respondendo ao apelo que Jesus nos faz no Hoje da nossa História!

Hoje, dia 6 de fevereiro, festejamos o dia de Santa Doroteia, padroeira da Congregação das Irmãs Doroteias.

História:

“Santa Doroteia, nascida na cidade de Cesareia, na Capadócia, teve um ensino muito virtuoso, vivendo em oração e jejum após o martírio que seus pais sofreram. Doroteia era dotada de extrema doçura, humildade, prudência entre outras virtudes. Devota defensora da religião cristã, nega renunciar a sua fé Cristã, acabando por ser condenada à morte. Quando foi anunciada a sua sentença, um advogado chamado Teófilo, que estava presente, disse, em tom de gozo, para ela enviar flores e frutos do jardim do seu Senhor. Santa Doroteia sofreu o martírio. No meio de risos entre os carrascos surge então um menino que trazia nas mãos três maçãs e três rosas, de um tal aspeto que nunca se tinha visto na terra. Entregou-as a Teófilo, dizendo: ‘É Doroteia, que acaba de entrar no Paraíso, quem tas envia. Teófilo ajoelhou-se ali mesmo e pediu perdão a Deus por ter perseguido os cristãos e converteu-se” (adap. de «Experimentar Deus na vida»).

Doroteia, DOM DE DEUS porque:

  • se consagrou como VIRGEM…
  • se imolou como MÁRTIR
  •  se entregou como APÓSTOLA…

Alegremo-nos todos no Senhor, celebrando este dia de festa em honra de Santa Doroteia, Virgem e Mártir:

“Gloriosa Mártir Santa Doroteia, que do céu mandaste um cesto de frutos e flores ao teu perseguidor Teófilo, e ele,
experimentando no seu íntimo a tua bondade e a tua glória, se converteu ao cristianismo,
dá-nos a graça de vivermos fielmente o nosso batismo,
anunciando a todos a fé e, assim realizar na terra a paz e o amor.
Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Amém.”

4ª SEMANA DE DEZEMBRO

“Desejo a todos (…) todo o bem verdadeiro, e desejo e peço que, não só no próximo ano mas sempre, desçam sobre todos abundantes bênçãos celestes e aquelas graças que são objecto dos seus santos desejos e ardentes súplicas.” (Santa Paula Frassinetti, C. 618,1)

Que o Senhor se digne tornar fecundos estes meus votos,

vossa afeiçoadíssima no Senhor,

Estimados/as Companheiros/as de Missão

Como Família Doroteia, neste Natal, quero estar unida a todos para agradecer a vossa entrega na missão da Província. Todos juntos colaboramos para um mundo mais belo, fraterno e justo. Na “Gruta de Belém” estaremos todos unidos a contemplar Jesus Menino… e  com as palavras do Papa Francisco desejar-vos bom Natal:

“Será Natal se, como José, dermos espaço ao silêncio; se, como Maria, dissermos «eis-me aqui» a Deus; se, como Jesus, estivermos próximos de quem está só; se, como os pastores, sairmos ds nossos redis para estar com Jesus.

Será Natal se encontrarmos a luz na pobre gruta de Belém.

Cada um/a de nós tem oculta no coração a capacidade de deixar-se surpreender. Deixemo-nos surpreender por Jesus!”

Um novo ano de 2020 cheio de  graças e bênçãos de Jesus…

Um abraço amigo e grato

Ir. Maria da Conceição Oliveira
(Provincial das Irmãs Doroteias)

X