A REDE – EM REDE

Dizemos que educar com as Irmãs Doroteias é encarnar/ viver uma espiritualidade, um modo próprio de ver, de relacionar-se, de agir, ao jeito de Santa Paula, que tem como fonte o Evangelho e nos identifica e unifica… 

Esta é a rede profunda que nos sustenta e acolhe, mas que se constrói connosco no dia a dia, em passos concretos, que nos fazem a todos e a todas ser, em todos os Centros e a partir de todos os Centros, os fios que fazem o entrelaçado da rede, a relação que nos faz “um só coração e uma só alma em Jesus”, como quis/ quer Santa Paula para a nossa maneira de viver.

Os textos que vamos encontrar nesta NewsletterOs fios e a rede: entrelaçar / Desconfinar em tempo de confinamento / #Independência e #Interdependência: os avanços partilhados / A Participação das Crianças e Jovens e a Aprendizagem em Rede / Perfil do Educador dos Centros Educativos das Irmãs Doroteias – dão conta, exatamente, de passos concretos desta caminhada, evidenciando palavras e expressões que se tornam pérolas desta riqueza partilhada/ multiplicada, porque são os “nós” que a constroem e nos constroem como um “nós”:

Entrelaçar, um todo, partilha, laços, atar, articulação, participação, cooperação, aprendizagem conjunta, planear e ajustar em conjunto, ouvir a Rede, processo em conjunto, inter-Centros, trabalho colaborativo – cooperativo, investigação colaborativa, interdependência profissional, diálogo profissional, Família, Horizonte comum, Projeto comum, Áreas de inovação comuns, Referenciais comuns…

Santa Paula diz-nos, hoje, como dizia às suas Irmãs:

“Procurem animar-se mutuamente, e o que uma sabe ensine-o à outra…”. (C 169,3)

“Alegra-me muito que escreva para as outras casas; mantenhamo-nos unidas e ajudemo-nos mutuamente, mesmo à custa de sacrifícios”. (C 539,16)

X