Paula continua…

O ano de 1910 foi, para a Congregação, um momento particularmente duro mas fecundo. A revolução dispersa as Irmãs de Portugal.
Constrangidas a abandonar o país, no meio de sofrimentos e privações, levaram o dom de Paula a outras nações: Espanha, Suíça, Bélgica, Inglaterra, Malta, Estados Unidos.

“Se o grão de trigo não morre,
não produz fruto…”

Hoje, o “dom de Paula” vive no coração de mais de mil Doroteias e de Leigos que partilham a sua espiritualidade para além da Itália também no Brasil, em Portugal, na Espanha, Suíça, Inglaterra, Malta, Estados Unidos, Peru, Albânia, Camarões, Filipinas.
Em Portugal as Irmãs Doroteias encontram-se em Bragança – Coimbra – Covilhã – Évora – Fátima – Figueira da Foz – Linhó – Lisboa – Loulé – Salga (S. Miguel-Açores) – Porto – Sardão (Vila Nova de Gaia) – Seixal – Vila do Conde – Viseu.