PASSAR do medo à confiança: 4º Domingo da Páscoa

3º Domingo Tempo Pascal_Prancheta 1

Palavra do Evangelho

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João
«Em verdade, em verdade vos digo: quem não entra pela porta no redil das ovelhas, mas sobe por outro lado, é um ladrão e salteador. Aquele que entra pela porta é o pastor das ovelhas. A esse o porteiro abre-a e as ovelhas escutam a sua voz. E ele chama as suas ovelhas uma a uma pelos seus nomes e fá-las sair. Depois de tirar todas as que são suas, vai à frente delas, e as ovelhas seguem-no, porque reconhecem a sua voz. Mas, a um estranho, jamais o seguiriam; pelo contrário, fugiriam dele, porque não reconhecem a voz dos estranhos.» Jesus propôs-lhes esta comparação, mas eles não compreenderam o que lhes dizia. 
Então, Jesus retomou a palavra: «Em verdade, em verdade vos digo: Eu sou a porta das ovelhas. Todos os que vieram antes de mim eram ladrões e salteadores, mas as ovelhas não lhes prestaram atenção. Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim estará salvo; há-de entrar e sair e achará pastagem. O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. (Jo 10,1-10)

 

Noticia

Médicos levam a Eucaristia para pacientes com Covid-19

Um grupo de médicos do hospital da cidade italiana de Prato deu a comunhão aos doentes internados pelo coronavírus, que desejavam receber a hóstia consagrada no dia de Páscoa. O capelão, padre Carlo Bergamaschi e o bispo Dom Giovanni Nerbini, concordaram com o gesto.3º Domingo Tempo Pascal Insta_Prancheta 1

O médico FilippoRisaliti conta: “Como médicos somos chamados a nos ocupar de pessoas e como médicos, […] que compartilharam esta bela experiência, partilhamos esta sensibilidade em ver os nossos pacientes não apenas como corpos para curar, mas como pessoas com almas, pessoas com espírito e corpo”. “Como médicos, entendemos o quanto seja importante a nossa presença e mediação para os doentes da Covid. Além do conhecimento dos protocolos … conta o momento de relação com o paciente. Relação entre homens e relação dos homens com Deus…”1

 

Interpelação

No nosso mundo, muitas vezes o que conta são as estatísticas. Jesus diz ser o Pastor que chama cada ovelha pelo seu nome e elas reconhecem a Sua voz. Reconhecem-na porque existe, previamente,um contacto individual, um conhecimento interno, uma relação, uma adesão, um permanecer no coração…Para Jesus, não somos um número… Ele ama-nos pessoalmente, e faz com que cada um se sinta único, especial, o “tudo” para Ele. Esta relação de amor transfigura-nos e torna-nos capazes de olhar a realidade com o coração e perscrutar com ternura as necessidades do próximo. Os médicos italianos são um grande exemplo para nós:”os nossos pacientes não são apenas corpos para curar, mas pessoas com almas”.

  • Estou disponível para aceitar que Deus chegue aos outros através de mim, usando as minhas mãos, os meus pés, o meu coração, os meus olhos…?
  • Deus-AMOR tem um plano maravilhoso para o mundo: que o Seu Reino esteja entre nós.
    No meu dia a dia, as minhas obras geram essa vida nova?

Desafio

Alimentar a minha relação diária com Jesus através da oração. Deixar que ela me contagie com o “vírus” que gera uma cadeia de proximidade. Hoje vou dizer à minha mãe (ou uma mãe) que a sua vida é importante e mais duas que possam não ter uma palavra dos filhos e peço-lhes que telefonem a outras três e assim sucessivamente.

 

PalavradePaula3

 

1 https://www.vaticannews.va/pt/igreja/news/2020-04/historia-medicos-eucaristia-prato.html