PASSAR à conversão de coração: 4º Domingo de Quaresma

Símbolo de Santa Paula:

Farol: O Farol de Génova é o símbolo mais importante da cidade. É uma torre de 77 metros de altura e projeta a luz a 50 km de distância. A luz deste farol foi sempre inspiradora para Paula como sentido de orientação. Paula deixou-se atingir e iluminar pelo Farol que é Jesus e desse modo dá continuidade à Sua «obra» no mundo tornando-se referência para nós.

Do mesmo modo, também nós, ao deixarmo-nos iluminar pelo Farol que é Jesus Cristo, estamos a repetir o gesto de entrega e confiança que Paula nos transmitiu com toda a sua vida. É o calor desta luz que nos faz ver e nos anima a prosseguir em tempos de dificuldades e onde a fé se torna um desafio crescente.1

 

4ºDomingo da Quaresma

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

Naquele tempo, Jesus encontrou no seu caminho um cego de nascença. Cuspiu em terra, fez com a saliva um pouco de lodo e ungiu os olhos do cego. Depois disse-lhe: «Vai lavar-te à piscina de Siloé»; Siloé quer dizer «Enviado». Ele foi, lavou-se e começou a ver. Entretanto, perguntavam os vizinhos e os que o viam a mendigar: «Não é este o que costumava estar sentado a pedir esmola?». Uns diziam: «É ele». Outros afirmavam: «Não é. É parecido com ele». Mas ele próprio dizia: «Sou eu». Levaram aos fariseus o que tinha sido cego. Era sábado esse dia em que Jesus fizera lodImagem_4dquaresma_insto e lhe tinha aberto os olhos. Por isso, os fariseus perguntaram ao homem como tinha recuperado a vista. Ele declarou-lhes: «Jesus pôs-me lodo nos olhos; depois fui lavar-me e agora vejo». Diziam alguns dos fariseus: «Esse homem não vem de Deus, porque não guarda o sábado». Outros observavam: «Como pode um pecador fazer tais milagres?». E havia desacordo entre eles. Perguntaram então novamente ao cego: «Tu que dizes d’Aquele que te deu a vista?». O homem respondeu: «É um profeta». Replicaram-lhe então eles: «Tu nasceste inteiramente em pecado e pretendes ensinar-nos?». E expulsaram-no. Jesus soube que o tinham expulsado e, encontrando-o, disse-lhe: «Tu acreditas no Filho do homem?». Ele respondeu-Lhe: «Quem é, Senhor, para que eu acredite n’Ele?». Disse-lhe Jesus: «Já O viste: é quem está a falar contigo». O homem prostrou-se diante de Jesus e exclamou: «Eu creio, Senhor»..  (Jo 9,1-41) 

Para refletir:

Jesus, que ia de passagem, viu um cego. Os discípulos também o viram, mas olham para ele de um modo diferente de Jesus. Eles perguntam quem pecou, Jesus diz preciso deste cego! «É preciso» que Deus se manifeste neste cego. E como é que Deus se podia manifestar naquele cego? Através das «obras» daquele que Ele enviou (Jo9,4), fazendo passar aquele cego do domínio da cegueira para a liberdade. Sendo a Luz do mundo (Jo8,12; 9,5), Jesus concede o dom da vista ao cego de nascença acompanhado do dom da Luz (Iluminação) em ordem à contemplação das coisas. O cego lavou os olhos naquela fonte e recobrou a vista imediatamente. A luz da fé, essa é gradual. Passa por: «não sei» (Jo9,12); «é um profeta» (Jo9,17); «vem de Deus» (Jo9,33); «eu creio, Senhor» (Jo9,38).

Temos todos algo a ver com o cego de nascença: os batizados receberam como ele o dom batismal da Luz para ver e ouvir e viver a vida divina. Temos todos a ver com o Enviado, Aquele-que-vem: Ele é o único enviado do Pai para fazer a sua «obra»; nós somos enviados por Ele (Jo20,21) para continuar no mundo a sua «obra». 2

  • Tenho consciência que também eu tenho algo a ver com o cego e algo a ver com O Enviado?
  • Deus manifesta-se, hoje, através das nossas obras. Sinto que também eu, como Paula, sou chamado, chamada a deixar-me iluminar pelo Farol e a continuar a Sua obra no mundo?

Esta é a nossa hora. Jesus rezou por nós para que a nossa fé não desfaleça.

 

Frase da Semana:

“O caminho é árduo e espinhoso, não se pode negar, mas o exemplo de Nosso Senhor Jesus Cristo, de Maria Santíssima e dos Santos vo-lo tornará não só fácil e plano, mas suave e aprazível. O que fizeram os Santos também nós o podemos fazer, se tivermos boa vontade. Deus estará sempre pronto a ajudar-nos com a Sua abundante graça. Coragem, portanto; amai muito Jesus e este amor vos fará voar no caminho da Santidade.”. Paula Frassinetti

 

1 cfr http://www.escoladeleigos.com.br/Textos/ALuzdoFarol.html 2 cfr https://mesadepalavras.wordpress.com/?s=cego+de+nascen%C3%A7a