Aprender o estilo de Vida Pascal do Senhor Jesus Cristo

Tema do ano'18_site

Jesus e a sua entrega pascal no coração do mundo

Um estilo e um modo de se dar, de entrega, cuja totalidade se faz comunhão e amor sem limites na vida entregue, na cruz que é morte e ressurreição, um amor consumado conforme a vontade do Pai, para salvação da humanidade (cf. Jo 14,10; Jo 19, 28-30; Jo 19, 25-27).

Um amor que transforma o mundo e conta com a humanidade, que esta também abraça a cruz: “Junto à cruz de Jesus estavam, de pé, sua mãe e a irmã da sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena” (Jo 19,25). Curiosamente, 3 mulheres acompanham Jesus na cruz, no momento limite; podemos ver aqui estampada, nesta presença feminina, a força da comunidade, os laços fraternos que são suporte e sustento, nas alegrias e nos limites da vida (cf. Constituições art. 4 e 31).

Humanidade que abraça e é chamada a abraçar a sua própria cruz à luz do estilo pascal de Jesus: “Jesus disse a seus discípulos: «Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me»” (Mt 16, 24). Mas, antes que se dê a entrega e a consumação do amor  – «Tudo está consumado» (Jo 19,3) – a humanidade descobre-se acompanhada, confiada, entregue: “Jesus, ao ver ali ao pé a sua mãe e o discípulo que Ele amava, disse à mãe: «Mulher, eis o teu filho!». Depois, disse ao discípulo: «Eis a tua mãe!»” (Jo 19,25-27).

Uma humanidade que precisa, hoje, de testemunhos vivos, felizes, credíveis que a ajudem a encontrar o sentido para a vida e, crescendo nesse amor, deseje e queira corresponder-Lhe (cf. Constituições art. 26). Esta é a missão entregue às Irmãs Doroteias, que, conduzidas pela força do espírito, querem assumir e aprender, através da missão, comunhão fraterna e oração (cf. Constituições art. 25),

“o estilo de vida pascal do Senhor Jesus”, que ama, entrega, vê, fala acolhe, serve…

“para que a ternura do amor de Deus se torne presente e visível à humanidade”.